terça-feira, 18 de agosto de 2015

09 - QUESTÕES DE PROVA BB (sugestão de análise)


CONHECIMENTOS BÁSICOS

LÍNGUA PORTUGUESA
Cartilha orienta consumidor
Lançada pelo SindilojasRio e pelo CDL-Rio,
em parceria com o Procon-RJ, guia destaca os principais
pontos do Código de Defesa do Consumidor (CDC),
selecionados a partir das dúvidas e reclamações mais
comuns recebidas pelas duas entidades

O Sindicato de Lojistas do Comércio do Rio de
Janeiro (SindilojasRio) e o Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro (CDL-Rio) lançaram ontem uma
cartilha para orientar lojistas e consumidores sobre seus direitos e deveres. Com o objetivo de dar mais
transparência e melhorar as relações de consumo, a cartilha tem apoio também da Secretaria Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Seprocon)/ Procon-RJ. Batizada de Boas Vendas, Boas Compras! – Guia prático de direitos e deveres para lojistas e consumidores, a publicação destaca os principais pontos do Código de Defesa do Consumidor (CDC), selecionados a partir das dúvidas e reclamações mais comuns recebidas, tanto pelo SindilojasRio e CDL-Rio, como pelo Procon-RJ.
“A partir da conscientização de consumidores e lojistas sobre seus direitos e deveres, queremos contribuir para o crescimento sustentável das empresas,tendo como base a ética, a qualidade dos produtos e a boa prestação de serviços ao consumidor”, explicou o presidente do SindilojasRio e do CDL-Rio, Aldo Gonçalves.
Gonçalves destacou que as duas entidades estão comprometidas em promover mudanças que propiciem o avanço das relações de consumo, além do desenvolvimento do varejo carioca.
“O consumidor é o nosso foco. É importante informá-lo dos seus direitos”, disse o empresário, ressaltando que conhecer bem o CDC é vital não só para os lojistas, mas também para seus fornecedores.
                                                                                           Jornal do Commercio. Rio de Janeiro. 08 abr. 2014, A-9. Adaptado.

1
A comparação do título da reportagem com o texto integral permite afirmar que o
(A) texto pode provocar dúvidas nos leitores porque contém muitas siglas desconhecidas.
(B) texto contradiz o título, pois desqualifica a orientação
aos consumidores.
(C) título é inteiramente fiel ao conteúdo do texto, cujo
foco é especificamente a defesa dos consumidores.
(D) texto e o título focalizam os consumidores como o
público-alvo da cartilha.
(E) título destaca apenas parcialmente o conteúdo da cartilha de orientação.

2
A matéria informa que as orientações contidas na cartilha
levaram em consideração alguns dados objetivos.
Que dados são esses?
(A) As queixas dos consumidores diante da má qualidade
de atendimento dos lojistas
(B) As desculpas dos lojistas diante da grande quantidade
de reclamações dos consumidores
(C) As queixas e as dificuldades declaradas tanto por
compradores como por vendedores
(D) O índice elevado de prejuízos dos varejistas diante da
falta de pagamento dos consumidores
(E) As pesquisas feitas por especialistas em técnicas de
consumo e vendas

3
Na frase “‘É importante informá-lo dos seus direitos’”
( . 28-29) emprega-se o verbo informar seguido do pronome oblíquo. Entretanto, o redator poderia ter optado por
empregar, em vez de lo, o pronome lhe.
A frase resultante, mantendo-se o mesmo sentido e respeitando-se a norma-padrão, seria:
(A) É importante informar-lhe sobre os seus direitos.
(B) É importante lhe informar a respeito dos seus direitos.
(C) É importante informar-lhe dos seus direitos.
(D) É importante informar-lhe os seus direitos.
(E) É importante lhe informar acerca dos seus direitos.

4
Na última frase do texto, é transcrita a opinião de um empresário, para quem “conhecer bem o CDC é vital não só
para os lojistas, mas também para seus fornecedores”.
( . 30-31)
Considerando-se o conteúdo dessa opinião, que outra estrutura frasal poderia representá-la?
(A) Conhecer bem o CDC é vital tanto para os lojistas
quanto para seus fornecedores.
(B) Conhecer bem o CDC é vital em especial para os lojistas assim como para seus fornecedores.
(C) Conhecer bem o CDC é vital nem tanto para os lojistas como para seus fornecedores.
(D) Conhecer bem o CDC é vital inclusive para os lojistas
sem falar em seus fornecedores.
(E) Conhecer bem o CDC é vital não tanto para os lojistas
bem como para seus fornecedores.

5
No trecho “Batizada de Boas Vendas, Boas Compras!
– Guia prático de direitos e deveres para lojistas e consumidores, a publicação destaca os principais pontos
do Código de Defesa do Consumidor (CDC)” ( . 10-13),
são palavras de classes gramaticais diferentes
(A) vendas e compras
(B) prático e principais
(C) publicação e pontos
(D) direitos e lojistas
(E) deveres e destaca

6
O emprego do verbo destacado no trecho “‘queremos contribuir para o crescimento sustentável das empresas’”( . 18-19) contribui para indicar uma pretensão do presidente do Sindicato dos Lojistas, que começa no presente e se estende no futuro.
Se, respeitando-se o contexto original, a frase indicasse
uma pretensão que começasse no passado e se estendesse no tempo, o verbo adequado seria o que se destaca em:

(A) quisemos contribuir para o crescimento sustentável
das empresas.
(B) quisermos contribuir para o crescimento sustentável
das empresas.
(C) quiséssemos contribuir para o crescimento sustentá-
vel das empresas.
(D) quereremos contribuir para o crescimento sustentá-
vel das empresas.
(E) quisera poder contribuir para o crescimento sustentá-
vel das empresas.

7
Considere-se a hipótese de que, antes de publicado no jornal, o texto foi revisto pelo seu editor, que propôs a alteração do trecho “‘tendo como base a ética, a qualidade dos produtos e a boa prestação de serviços ao consumidor’” ( . 20-21), pois o texto original continha uma vírgula
antes da conjunção e.
Se for considerado que ele se baseou nas regras de emprego da vírgula adequado à norma-padrão, a decisão do editor levou em conta a

(A) proibição de colocar vírgula antes da conjunção e.
(B) recomendação de separar por vírgula os elementos
de uma enumeração.
(C) interpretação de que a ênfase criada pela vírgula antes do e era desnecessária.
(D) obrigatoriedade de colocar vírgula apenas nos elementos iniciais de uma enumeração.
(E) suposição de que a vírgula criaria um efeito de ambiguidade no texto.

8
De acordo com a norma-padrão, se fosse acrescentado
ao trecho “disse o empresário” ( . 29) um complemento informando a quem ele deu a declaração, seria empregado
o acento indicativo de crase no seguinte caso:
(A) a imprensa especializada
(B) a todos os presentes
(C) a apenas uma parte dos convidados
(D) a suas duas assessoras de imprensa
(E) a duas de suas secretárias

9
Após ler o texto, que é uma reportagem, um funcionário do jornal decidiu enviá-lo por e-mail a um colega, mas, além do texto completo, ele resolveu também anexar uma imagem com a capa do jornal. A mensagem enviada tinha, porém, uma concordância que desrespeitava a norma-
-padrão.

Essa concordância equivocada está exemplificada em:
(A) Mando-lhe dois arquivos alusivos à matéria mencionada em epígrafe.
(B) Segue os dois arquivos que mencionei sobre a cartilha do consumidor.
(C) Envio dois arquivos atachados referentes aos itens
que mencionei acima.
(D) Veja nos anexos os dois arquivos sobre a matéria
mencionada.
(E) Anexo nesta mensagem dois arquivos relacionados
com a reportagem.


Postar um comentário

CHEGADA

Tentaremos fazer com que este espaço seja capaz de oferecer a informação e a ajuda de que você necessita para obter sucesso na realização do seu sonho de concurseiro!

Persistir!
Não desanimar na busca de realizar o sonho!
Sucesso!